Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page
Enquete
Você gostou do site?
Sim
Não
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (1135 votos)




ONLINE
1





Partilhe esta Página



2017 O ANO DA

NOVA PARTIDA 

 

 

 

 

 

 

Aula de Língua Japonesa

Todos os domingos 

14h ~16h

Contato: 98841-8298

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- A tenrikyo visa o mundo de vida plena de alegria e felicidade, através da salvação mútua.

- Sem a salvação mútua não existirá felicidade.

 


SEMEADURA E COLHEITA
SEMEADURA E COLHEITA

Ao longo dos 38 anos dedicados ao caminho da fé, Deus tem me orientado sempre a voltar à origem; a pensar, a pesquisar, a tirar provas, a estudar e a praticar para chegar, sem qualquer dúvida, à conclusão de que todas as respostas da vida devem estar de acordo com a razão da semeadura e colheita.

A semeadura é o uso do livre arbítrio (espírito); e a colheita é o resultado, positivo ou negativo, desse uso espiritual. A colheita flora infalivelmente em local, tempo e pessoa certa, desencadeando, assim, a predestinação. Isto é, a semente é o espirito da pessoa que capta informações através da visão, da audição e do seu envolvimento numa situação; e o mesmo interpreta as informações conforme a sua evolução. É um ciclo natural, onde somos sujeitos a semear. Assim todos os seres humanos vivem dentro desta estrutura absoluta e perfeita de Deus-Parens.

Nós seguidores do Caminho, temos a maravilhosa oportunidade de evoluir espiritualmente e devemos aproveitar o ensinamento ao máximo para alcançar este objeitvo. Acredito que, como modo de limpeza (evolução) espiritual, não há tantas alternativas dentro do Tenrikyo.

Em primeiro lugar, temos o modelo da vida de Oyassama; em segundo, os exemplos deixados por muitos mestres precursores do Caminho; e, em terceiro, os profundos estudos sobre a prática da Doutrina.

Este último é essencial para a nossa compreensão e convicção do ensinamento. Os principais estudos necessários são: reconhecer a predestinação individual e da família, aprender sobre o uso espiritual em relação às poeiras espirituais, e saber distinguir o que é a Razão e a cogitação humana. Ainda, há outros pontos que devem ser estudados, como por exemplo, acreditar na razão da semeadura e colheita que são a justiça de Deus-Parens; compreender como que a lei da natureza é precisa e justa; e ainda, aprender como usar o espírito sem se deixar levar pelos sentimentos de mimo, do amor-próprio, do egoísmo e do orgulho, que são enfatizados na Tenrikyo como poeiras espirituais.

Creio que todos nós, irmãos do Caminho, estamos buscando alcançar um só objetivo, que é o da vida plena de alegria e felicidade, isto é, a vida equilibradada por Deus-Parens, e Ele sempre nos concede uma oportunidade. Para aproveitar de fato essa oportunidade e corresponder a esse amor parental, cabe a responsabilidade de cobrar severamente a si mesmo, quanto ao comportamento espiritual no cotidiano, se policiar duramente no refletir e admitir e aceitar que tudo que parte de si volta para si, com acréscimos. É como um espelho. È um processo natural de todo ser humano.

Quando compreendermos esse ponto, conclui-se que não há diferença entre raças, religião ou cultura. O trabalho de Deus-Parens é igual para todos. O que faz a diferença é a predestinação do mérito de cada um. Portanto, o que fazer para colher ou merecer bons frutos na vida em geral? A única forma é cuidar com muito esforço e atenção do uso do próprio espírito. O ser humano é vivificado dentro da Razão de semeadura e colheita, e por isso não devemos latismar ou ignorar o que acontece à nossa volta, e ao mesmo tempo é o trabalho, a justiça de Deus-Parens. Que maravilhoso é o amor parental, não é mesmo?

Para transmitir a alegria e a gratidão aos próximos, independentemente de nossas conveniências, é essencial praticarmos à salvação mútua. A convicção adquirida através dos estudos da doutrina desencadeia esse desejo de realizar a própria limpeza espiritual e de participar da construção do mundo pleno de alegria que é o objetivo de Deus-Parens.

Além disso, devemos acreditar que, ao limpar as poeiras do espírito, virão as recompesas (colheita). Se não compreendermos esta Razão e não praticá-lá e ensiná-la às outras pessoas, tornar-se difícil assimilar que só salvando os próximos é que se transforma a predestinação negativa, acumulada em várias gerações passadas, para a positiva. Concomitantemente, a crença no ensinamento se torna apenas uma formalidade.

Deus-Parens ensinou que devemos semear praticando as seguintes dedicações: realizar a condução isto é, frequentar a igreja; praticar o hinokishim; realizar a oferenda; praticar a divulgação explaando sobre o ensinamento e, quando possível, ministrar o Sazuke. E, no decorrer do tempo, orientar essas pessoas sobre a importância de praticar o mesmo que nós.

Por fim, mencionei aqui um pouco sobre a missão de um seguidor do Caminho (tenrikiano), e que devemos ter a compreensão e a consciência da mesma, colocando-se sempre no lugar de Oyassama; sentir-se honrado por ter sido escolhido para a mais valorosa missão da face da Terra, e não pensar que é um sacrifício, pois, senão estaremos semeando a infelicidade e a ingratidão ao Parens. Assim, desejo que esta minha reflexão sobre o ensinamento sirva como um incentivo a todos os irmãos e seguidores do Caminho, obrigado.